News

Ramsés Marçal Bursa

A Estufa e Galeria Emma Thomas inauguram projeto pop up de arte contemporânea

Ramses Marçal apresenta “Bursa”

No dia 13 de dezembro, das 17h às 22h, ‘A Estufa’ + ‘Emma Thomas’ inauguram um programa de três meses de intervenções e instalações que se relacionam com as disfunções da ideologia do capital e também sua contraposição, a reconexão com a natureza. O próprio espaço expositivo como um site specific, abriga ações, obras, performances e projetos que se relacionam com a investigação de ciclos, processos de transformação e impermanência. O artista e designer Ramsés Marçal inaugura esta parceria com uma série de esculturas que, em uma primeira camada, dialoga sobre o peso da existência ou da cultura de consumo. A mostra Bursa fica em cartaz até 15 de janeiro.

“BOLSAS DE PEDRA” – RAMSÉS MARÇAL

Por: Fred Goyanna   

           Na atual relação entre arte e consumismo percebemos  aspectos bem diversos daqueles  observados nas primeiras produções da Pop Art, ainda nos anos 1960. Se antes tínhamos artistas com posturas irônicas e questionadoras, hoje assistimos à construção de uma afinidade mais sutil, e mais perigosa, entre os mundos das artes e do consumo. Sente-se, em parte da produção contemporânea, mais vontade de ser consumida do que de abordar, de maneira talvez  incômoda, o fenômeno do consumismo e o seu vazio.

          Ramsés Marçal nos apresenta bolsas de pedra. 

           É com esse objeto-fetiche que ele enfrenta a contradição e questiona  a aparente impossibilidade da arte ser consumida e, ao mesmo tempo,  questionar o próprio consumo. Mais que isso. Sem abrir mão da sua poética_ onde a violência, a morte, as dores de amores sempre estiveram presentes_ ele comenta “o peso de existir”  enquanto  extrai da pedra dura  a leveza visual possível nesses tempos de consumo pesado. 

          A sua trajetória, que vai do pragmatismo do design à sublimação artística, é marcada pela presença dos conteúdos mais crus e mais pulsantes da vida. Neste trabalho, porém, é como se uma sensibilidade feminina tivesse se aproximado do artista. Uma mulher passou por aqui. Desfilando, vaidosa, vida afora ela esconde um segredo. De repente, num encontro, arma na mão, tudo se esclarece:

- A bolsa ou a vida!

- Como?!...

- Passa a bolsa!

- Toma! Ela é de pedra.

[Recife, outubro de 2016]

Sobre Ramsés Marçal

RAMSÉS MARÇAL, Recife, PE, Brasil, 1976.

Atualmente vive e trabalha em Recife, estudou e trabalhou em Florença e São Paulo.

Estudou na Florence Academy na Itália e desenho industrial na Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Atua entre artes plásticas, design, montagem de mostras e projetos expográficos (FAAP, Oca, Bienal). Ministrou no 5o. InDesign, encontro Nacional dos Estudantes de Design, a oficina Criação de Texturas Tridimensionais, palestrou no Fórum Gestão do Design Belas Artes, entre as outras atuações acadêmicas. Como artista, participou de diversos grupos de pesquisa e durante seus 10 anos em São Paulo, manteve um ateliê coletivo de produção onde junto com Miguel Sanches criou o projeto 'Fogo', voltado para atuar conceitualmente na fronteira entre arte contemporânea e design. Participaram de diversas mostras coletivas, entre elas nas galerias Emma Thomas, Baró e Moura Marsiaj.

Após dois anos de pesquisa no sertão de Pernambuco e na zona metropolitana de Recife, retoma a observação sobre suas origens e cultura, utilizando os elementos do entorno como material para suas criações e inquietações existencialistas.

Sobre os Colaboradores:

Este projeto é realizado nos moldes de economia colaborativa e agradece a todos os envolvidos pela parceria, apoio e profissionalismo. O Studio transdisciplinar MNMA, formado por Andre Pepato e Mariana Schmidt desenvolveram o projeto arquitetônico; a equipe do Galpão Wisard 53 das empresas Terracor e A Estufa fazem parte da estrutura, idealização, execução e apoio; a Brutal Agency de Paulo Peixoto desenvolve parte da comunicação e novas mídias; a colaboração e cenotécnica do Studio Chicão Guerrero

Para esta exposição contamos também com:
Trilha sonora Original composta por Berna Vieira – Estúdio Batuka
Texto e voz de Fred Goyanna
 Esculturas, apoio de Paulo Artesanatos. 
Agradecimentos do artista: Rita Marçal, Marisa Marçal, Berna Vieira, Fred Goyanna, Carol Monteiro, Keops Ferraz, Rafael Chamie, Vera Freire, Viviane David, Gustavo Peixoto, Giuliano Calife, Tácio Ferraz, Arminda Jardim, Miguel Sanches, Verucio Ferraz, Paulo Cabral, Fernando Lima, Maiara Lira, Rose Marçal, Roberto da Cruz, Roberto José, Paulo da Cruz, Patricia Marçal, Ridete Marçal, Rinalva Marçal, Paulo Sérgio Alves, Luan Victor, Margarida de Cândida, Ramos Mineiro, Lula Portela, equipe da Emma Thomas e à todos que colaboraram para a viabilização deste projeto. 

“Bursa” por Ramsés Marçal
@A estufa + @Galeria Emma Thomas
Abertura: 13 de dezembro, terça, das 17 às 22 horas
Período expositivo: até 15 de janeiro. Recesso de férias entre 24/12 e 02/01.
Rua Wisard, 53, Vila Madalena, – São Paulo
luiz.mkt@terracor.com.br
contato@emmathomas.com.br
Horário de funcionamento: seg a sex 09h às 18h, sab 10h às 13h.
Entrada gratuita/ Livre