News

Viveiro | aprofundamento de pesquisas, oficinas, encontros e diálogos

Em seu décimo ano de aniversário, a Emma Thomas intensifica suas ações em promoção, fomento de pesquisa, troca e reflexão em arte e cultura com a criação do novo programa Viveiro, que visa o aprofundamento de estudos, encontros e diálogos aliados à contemporaneidade.

Um viveiro é um campo ou espaço reservado para a multiplicação de culturas, local de semeadura. Nessa nova plataforma, a Emma Thomas incorpora à sua atuação, um conjunto de cursos, projetos e oficinas voltados para o aprendizado e intercâmbio de experiências.

A intenção é criar novos pontos de contato e relacionar as diferentes áreas do conhecimento ou das esferas de produção artística para um público leigo e/ou especializado. A pluralidade e transversalidade entre as linguagens como artes visuais, música, moda, arquitetura, cinema, teatro, dança, design, tecnologia, literatura, filosofia e gastronomia. Proporcionar inquietações, encontros e gerar conhecimento.

O programa será coordenado por Ana Luiza de Oliveira Bringuente, arte-educadora e pelas empresárias Flaviana Bernardo e Juliana Freire. Os encontros serão ministrados por profissionais convidados e, para inaugurar o projeto, neste sábado, dia 19 de março, as pesquisadoras Manuela Nogueira (USP), Talita Trizoli (USP) e Claudia Fazzolari (UNESP) se reúnem  na mesa-redonda "Feminismos na Arte Brasileira", encontro que acontece na sede da Emma Thomas das 15h às 17h30, com entrada gratuita.

As próximas atividades do Viveiro contemplam a palestra "Do Salon à feira de Arte" com Carolina Cataldi Pedrosa, encontro que acontece no dia 29 de março das 19h às 21h30. Será uma reflexão sobre o desenvolvimento das feiras de arte contemporânea na cena global e seu protagonismo atual, voltando às suas origens nos salons parisienses do começo do século 20, como proposição à investigação.

Terá, ainda, a oficina "O bordado como linguagem", com o artista Renato Dib e a pedagoga Vania Meira, que acontece de 25 a 28 de abril, das 14h às 18h. Neste curso, a dupla aborda o diálogo entre o bordado e a história da arte, e propõe uma reflexão e poética pessoal a respeito do assunto. A oficina soma teoria e prática, partindo do bordado e da costura nas diversas manifestações desta linguagem na história e na contemporaneidade.

O curso “A relação dialética Arte/Arquitetura: uma introdução”, com Bruno de Almeida e Fernando Falcon, em 4 módulos dias 29 de Abril, 06, 13 e 20 de Maio, das 19:30 às 21:30. Mais do que aprofundar as características específicas dos vários movimentos artísticos e arquitetônicos, o curso pretende dar um panorama transversal de como se deu o diálogo entre essas duas práticas, suas trocas e influências recíprocas. Para isso, serão apresentados momentos-chave dessa relação,  onde ambas as disciplinas se tencionam, intersectam e/ou influenciam mais evidentemente, analisando também os novos conceitos e léxico que dai surgiram. O objetivo é instrumentalizar a capacidade crítica dos participantes sobre os aspectos das produções artísticas e arquitetônicas contemporâneas.

Seguindo o calendário anual, acontecerá o  curso "Literatura e Astrologia - 12 signos por  12 autores" com a mestre em literatura portuguesa Roberta Ferraz, a partir de junho. O objetivo é fazer esse cruzamento de linguagens, como forma de somar ao estudo de obras literárias mais uma possível trilha de leitura. Serão estudados 12 autores a partir do olhar da astrologia, uma das mais antigas linguagens usadas pelo homem, com mais de 4000 anos, com seu alfabeto e seus símbolos, com sua sintaxe e seu amplo poder difusor. Por ser uma linguagem altamente simbólica, vemos que não só é possível, como também pertinente, traçar paralelos fortuitos entre a linguagem astrológica e a linguagem literária.

 

Ana Luiza de Oliveira Bringuente

É bacharel em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Atualmente cursa mestrado no Programa de Comunicação e Semiótica da PUC-SP. Foi coordenadora de Arte Educação e curadora do Museu de Arte do Espírito Santo - MAES, em Vitória. Durante esse tempo atuou ativamente na produção de exposições na elaboração do Programa Educativo desse museu. Em São Paulo, desde 2012, atuou como educadora da Pinacoteca do Estado de São Paulo, como coordenadora da Ação Educativa da exposição "Lá e Cá - Os livros viajantes", no SESC Campinas, como Coordenadora Geral da Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake. Responde agora pela Assessoria Técnica em Artes Visuais do Programa Fábricas de Cultura de São Paulo.

 

Sobre a Emma Thomas

A galeria Emma Thomas foi inaugurada em 2006 com o intuito de ampliar a discussão em arte contemporânea, modificando e adaptando as práticas do mercado a fim de aproximar a produção artística do público em geral. Foi uma das pioneiras no circuito de jovens galerias brasileiras trabalhando transversalmente com os artistas, curadores e coletivos, através da elaboração de mostras, palestras, feiras e conteúdo cultural.

A Emma Thomas se caracteriza por sua pulsante atividade e como ambiente livre para a experimentação, amadurecimento, fortalecimento e consolidação da cena artística local. Atualmente representa 14 artistas e, em seu décimo ano de aniversário, intensifica suas ações em promoção de pesquisa, troca e reflexão em arte com a criação do novo programa Viveiro, que visa o aprofundamento de estudos, encontros e diálogos aliados à contemporaneidade.

Ao longo dos últimos anos, acumulou diversos prêmios como Melhor Galeria Jovem em Buenos Aires (ArteBA), segunda melhor Galeria de São Paulo pela revista Época e pela Folha de São Paulo em 2015.

 

Viveiro, Mesa-Redonda com Manuela Nogueira , Talita Trizoli e Claudia Fazzolari sobre os Feminismos na arte brasileira

Data: 19 de março, 15h às 17h30 | Entrada gratuita

 

"Do Salon à feira de Arte", palestra com Carolina Cataldi Pedrosa

Data: 29 de março, terça-feira, das 19h às 21h30

Limite: De 10 a 25 participantes

Carga horária: 2:30 horas

"O bordado como linguagem", oficina com o artista Renato Dib e a pedagoga Vania Meira

Período: De 25 a 28 de abril, das 14h às 18h.

Limite: De 8 a 15 participantes

Carga horária: 18 horas

Investimento: R$ 580

Inscrições: viveiro@emmathomas.com.br

Endereço: R. Estados Unidos, 2205 - Jardim America, São Paulo - SP, 01427-002

“A relação dialética Arte/Arquitetura: uma introdução”, curso com Bruno de Almeida e Fernando Falcon

Período: 4 módulos, 19:30 às 21:30 | Data a definir

Limite: De 10 a 30 participantes

Carga Horária: 10 horas

Investimento: R$ 450

Inscrições: viveiro@emmathomas.com.br